eCOROcaloiros:

eCOROcaloiros:

Sabias que “Cantar é uma questão de atitude”?
Muito embora não se possam exigir grandes atitudes de um reles caloiro, a atitude mais certa é sem dúvida deixar-se maravilhar pelos sons do eCOROmia.
Fundado quando ainda não sonhavas ter o privilégio de cá vir parar, vulgo 1996, o Coro da Faculdade de Economia do Porto não tem deixado os seus créditos por mãos alheias e tem levado, “bem alto e a bom som” o nome da nossa Faculdade por esse País e Europa fora.
Em cada espetáculo arrecada, no mínimo, mais uma série de fãs. Um magnífico repertório, entoado por vozes “sempre belas e afinadas” (e conservadas pelo Vinho do Porto, claro) é o segredo para arrebatar almas e corações.
No longo percurso do eCOROmia destacam-se participações em Encontros de Coros por todo o país, nomeadamente, na Covilhã, em Vila Real, Coimbra, Braga, Porto, Guimarães, Lisboa, Esposende, Póvoa de Varzim, Maia entre outros. Para além desses, vem organizando os eCOROScantam - Encontro de Coros do eCOROmia , ECAP - Encontro de Coros da Academia do Porto e ainda os Concertos de Natal eCOROmia cujas receitas revertem a favor de instituições de caridade.
E como “nem só da voz vivem os Coralistas”, o amor à “Capa e Batina” é enorme. A mística do eCOROmia reflete-se em todas as vivências e experiências que jamais serão esquecidas e que se traduzem pela boa disposição, copos, ensaios, organização de eventos, barraquinha na Queima, espírito de grupo, amizades sinceras, sentimento académico, espírito de aventura e iniciativa, participação e imaginação (será que já não a sentiste na pele?), jantares, digressões, chinanço e outras coisas de que a seu tempo te aperceberás.
Se achares que da tua boca sempre pode sair algo que se aproveite (já sabemos que é difícil, mas os milagres acontecem!), se quiseres estar “sempre a curtir, a cantar e a partir tudo”, não faltes às audições (sim, há sempre muitos que se aproveitam e conseguem sobreviver...). Passa pelo placard eCOROmia (à frente do bar) para saberes quando, onde e como se realizam!
Junta-te a esta família…queremos caloiros como tu…para “(en)chinar” a cantar! Contamos contigo.